COPA GERDAU 2002

 

 

 

Veja os Resultados Finais de 2002

 

FELDER, VICE-CAMPEÃO DO ANO PASSADO, FATURA SEU PRIMEIRO TÍTULO EM PORTO ALEGRE; CASANOVA É A CAMPEÃ

 

O uruguaio Marcel Felder derrotou na final o seu companheiro de quarto e conterrâneo, Martin Vilarrubi, e garantiu seu primeiro título da Copa Gerdau.

 

Porto Alegre (RS) – O tenista uruguaio Marcel Felder, número 5 do mundo na categoria 18 ano e vice-campeão da Copa Gerdau do ano passado, precisou de 2h23min para derrotar o seu conterrâneo e companheiro de quarto na 19a Copa Gerdau, Martin Vilarrubi, integrante da equipe da Davis de seu país, por 6/3 0/6 7/6 (0). O maior adversário dos dois tenistas na final foi o calor intenso na capital gaúcha, que superou a marca dos 40 graus centígrados dentro da quadra. "Foi muito difícil. Tinha horas que nem conseguia respirar", disse o campeão. O seu adversário, Vilarrubi, precisou de atendimento médico várias vezes. Segundo a equipe médica que o atendeu em quadra, o jogador apresentava sintomas de desidratação, bem como enjôo e dor de cabeça. Os dois tenistas jogam um contra o outro desde a categoria 12 anos. "É bom jogar novamente contra ele. Já nos conhecemos muito bem. Somos amigos, mas a nossa amizade não interfere em momento nenhum dentro da quadra. Tanto que ontem (sábado) tivemos um dia normal, mesmo sabendo que nos enfrentaríamos hoje (domingo). Dormimos bem e hoje ainda desejamos boa sorte um para o outro", comentou Felder, que vence a segunda etapa consecutiva do Cosat. Ele também foi campeão no Paraguai. Nesta segunda-feira, ele já parte para mais um torneio, a décima e última etapa do Circuito Cosat em São Paulo. "Já chegar com duas vitórias motiva bastante, mas também é cansativo. Primeiro por ter jogado duas semanas inteiras e depois pelo forte calor que tenho enfrentado. Espero que em São Paulo não esteja assim", concluiu.
No feminino, a cabeça-de-chave número 1 do torneio, a suíça Myrian Casanova, venceu a norte-americana Alisson Baker, por 6/3 5/5 – ret. Baker desistiu da partida por causa de uma crise de asma. No sábado, ela já apresentava os sintomas, além de ter sentido náuseas e falta de ar. A 19a. Copa Gerdau teve o patrocínio de Gerdau e Citigroup, com apoio da Renault e IBM. A supervisão foi da ITF, Cosat e CBT. A realização foi da Protenis Sports e Eventos.

RESULTADOS FINAIS – DOMINGO

10 anos
João Fernandes (MT) d. Guilherme Clezar (RS) – 6/3 6/2
12 anos
Rafael Camilo (SP) d. Lucas Abella (SC) – 6/1 7/5
Bruna Martins (RS) d. Rebeca Neves (RJ) – 6/4 6/7 (2) 6/3
14 anos
Juan del Potro (ARG) d. Arthur Takahashi (BRA) – 6/4 6/3
Jessica Sweeting (BAH) d. Vicky Nuñez (COL) – duplo 6/4
16 anos
Jenifer Widjaja (BRA) d. Estefanoa Craciun (URU) - 6/4 6/0
Diego Cubas (BRA) d. Eduardo Schwank (ARG) - 6/3 4/6 6/2
18 anos
Marcel Felder (URU) d. Martin Vilarrubi (URU) – 6/3 0/6 7/6 (0)
Myrian Casanova (SUI) d. Alisson Baker (USA) – 6/3 5/5 - ret

 

Voltar ao topo

 

RAFAEL CAMILO CONQUISTA O TÍTULO DOS 12 ANOS E BRUNA MARTINS FATURA O BICAMPEONATO

Já o ribeirão-pretano Arthur Takahashi foi o vice-campeão dos 14 anos, perdendo na final para o argentino Juan del Potro

 

Porto Alegre (RS) – O paulista Rafael Camilo, irmão do judoca Thiago Camilo – medalhista olímpico -, conquistou neste domingo o título dos 12 anos da 19ª Copa Gerdau, na Sogipa, na capital gaúcha. Na final, sob um calor de mais de 35 graus, Camilo derrotou o catarinense Lucas Abella, por 6/1 7/5. No feminino, a vitória ficou em casa com a gaúcha Bruna Martins, que ao vencer a carioca Rebeca Neves chegou ao bicampeonato do torneio. "Este é o resultado de muito treino. É o meu terceiro título do ano. O jogo foi muito bom, mas o Abella cresceu um pouco no segundo set. Procurei ter calma, manter a cabeça no lugar e lutar ponto-a-ponto para ganhar a partida." Camilo pretende já entrar para o Circuito Cosat no ano de 2003. "Este ano os meus pontos ainda não valem para o ranking sul-americano, mas é bom disputar estes torneios para ganhar mais experiência. A partir do ano que vem, com 14 anos, já vou estar pontuando e quero brigar bem para ir para a Gira Européia." A conquista do bi mexeu com Bruna. "Estou muito emocionada por ser bicampeã da Copa Gerdau. É muito importante para mim", disse a gaúcha. Nos 14 anos, o Brasil tinha uma única chance de erguer o troféu com o ribeirão-pretano Arthur Takahashi, que acabou perdendo a final para o argentino Juan del Potro, por 6/4 6/3. "Estou muito feliz, pois é a primeira vez que consigo esse resultado em uma etapa do Cosat. É uma grande conquista e uma experiência nova. Agora quero mais é curtir esta vitória." Nas outras etapas do Circuito Cosat, o circuito mais importante da América do Sul, Takahashi havia chegado às oitavas na Venezuela, Equador e Bolívia; às quartas, no Paraguai e Peru, e à semi, na Colômbia. A partir desta segunda-feira, ele disputa, em Ribeirão Preto, sua cidade natal, a décima e última etapa do circuito, o Banana Bowl. "Quero jogar bem em casa e baixar a minha colocação no ranking para ficar entre os seis melhores do ranking sul-americano, para poder participar da Gira Européia", disse o tenista. Takahashi ocupa a 11o posição, mas os pontos conquistados por ter alcançado a final em Porto Alegre ainda não foram computados pela Confederação Sul-Americana. A 19a. Copa Gerdau teve o patrocínio de Gerdau e Citigroup, com apoio da Renault e IBM. A supervisão foi da ITF, Cosat e CBT. A realização foi da Protenis Sports e Eventos. Programação e resultados podem ser obtidos no site: www.copagerdau.com.br

RESULTADOS FINAIS – DOMINGO 10 anos João Fernandes (MT) d. Guilherme Clezar (RS) – 6/3 6/2 12 anos Rafael Camilo (SP) d. Lucas Abella (SC) – 6/1 7/5 Bruna Martins (RS) d. Rebeca Neves (RJ) – 6/4 6/7 (2) 6/3 14 anos Juan del Potro (ARG) d. Arthur Takahashi (BRA) – 6/4 6/3 Jessica Sweeting (BAH) d. Vicky Nuñez (COL) – duplo 6/4

 

Voltar ao topo

 

BRASILEIROS CONQUISTAM TÍTULO NOS 16 ANOS

 

Jenifer Widjaja e Diego Cubas foram os únicos brasileiros a vencer uma categoria que pontua no ranking sul-americano. Com a vitória, Widjaja garantiu o bicampeonato da Copa Gerdau e o primeiro lugar do ranking na categoria.

 

Porto Alegre (RS) – A paulista Jenifer Widjaja e o catarinense Diego Cubas foram os únicos brasileiros campeões na 19a Copa Gerdau, em uma das categorias válidas pelo Circuito Cosat, a 16 anos. Widjaja, cabeça-de-chave 1 e campeã da mesma categoria em 2001, confirmou o favoritismo e Cubas surpreendeu ao vencer na semifinal seu conterrâneo Bruno Rosa, que havia assumido o lugar de melhor ranqueado no torneio, após a desistência do cabeça 1, o uruguaio Pablo Cuevas. "Estou muito feliz por ter conseguido repetir o resultado do ano passado.
Ultrapassei minhas expectativas nesse torneio, que este ano já está valendo como uma das etapas do maior circuito sul-americano. É um ótimo resultado", disse Widjaja. Na decisão, a tenista paulista derrotou a uruguaia Estefania Craciun, por 6/4 6/0. "Joguei super solto. Estava bastante confiante e consegui jogar com consistência para garantir os pontos. A paciência também me ajudou muito", comentou. Com a vitória, Widjaja conseguiu manter a posição no ranking sul-americano. Ela venceu as etapas do Cosat na Venezuela, no Equador e na Colômbia.
No Peru, chegou às semifinais e na Bolívia, foi eliminada nas quartas. Por estar entre as seis primeiras colocadas do ranking, Widjaja já garantiu a classificação para disputar a Gira Européia, série de cinco torneios disputados na Europa. No duelo Brasil x Argentina, o catarinense Cubas derrotou Eduardo Schwank, por 2 sets a 1, parciais de 6/3 4/6 6/2. "Foi um jogo muito cansativo. O sol estava muito forte. No primeiro set joguei tranqüilo. No segundo perdi a cabeça completamente. Só consegui voltar para o jogo no último set", comentou Cubas, que também ficou com o título de duplas da 19a Copa Gerdau, ao lado de Bruno Rosa, primeiro do ranking sul-americano. Cubas aparece em segundo lugar no ranking sul-americano e está apenas 10 pontos atrás de seu conterrâneo.
Nesta temporada, Cubas foi campeão de três das nove etapas já disputadas do Cosat: Chile, Uruguai e agora Porto Alegre. No Peru foi vice-campeão. A 19a. Copa Gerdau teve o patrocínio de Gerdau e Citigroup, com apoio da Renault e IBM. A supervisão foi da ITF, Cosat e CBT. A realização foi da Protenis Sports e Eventos.

 

RESULTADOS FINAIS – DOMINGO

10 anos
João Fernandes (MT) d. Guilherme Clezar (RS) – 6/3 6/2
12
anos Rafael Camilo (SP) d. Lucas Abella (SC) – 6/1 7/5
Bruna Martins (RS) d. Rebeca Neves (RJ) – 6/4 6/7 (2) 6/3
14 anos
Juan del Potro (ARG) d. Arthur Takahashi (BRA) – 6/4 6/3
Jessica Sweeting (BAH) d. Vicky Nuñez (COL) – duplo 6/4
16 anos
Jenifer Widjaja (BRA) d. Estefanoa Craciun (URU) - 6/4 6/0
Diego Cubas (BRA) d. Eduardo Schwank (ARG) - 6/3 4/6 6/2

 

Voltar ao topo

 

RESULTADOS FINAIS

SIMPLES

10 anos
João Fernandes (MT) d. Guilherme Clezar (RS) – 6/3 6/2

12 anos
Rafael Camilo (SP) d. Lucas Abella (SC) – 6/1 7/5
Bruna Martins (RS) d. Rebeca Neves (RJ) – 6/4 6/7 (2) 6/3

14 anos
Juan del Potro (ARG) d. Arthur Takahashi (BRA) – 6/4 6/3
Jessica Sweeting (BAH) d. Vicky Nuñez (COL) – duplo 6/4

16 anos
Jenifer Widjaja (BRA) d. Estefanoa Craciun (URU) - 6/4 6/0
Diego Cubas (BRA) d. Eduardo Schwank (ARG) - 6/3 4/6 6/2

18 anos
Marcel Felder (URU) d. Martin Vilarrubi (URU) – 6/3 0/6 7/6 (0)
Myrian Casanova (SUI) d. Alisson Baker (USA) – 6/3 5/5 - ret

DUPLAS

12 anos
Stabile/Traldi d. Neis/Tellechea – 7/6 (4) 6/1

14 anos
Vicky Nuñez/Karen Castiblanco (COL) d. Camila Belassi (URU)/Patricia Cortez (BOL) – 6/3 6/2
Roberto Maytin/Manuel Medina (VEN) d. Arthur Takahashi/ Daniel Daudt (BRA) – 7/5 6/1

16 anos
Virginia Donda/Luciana Sarmenti (ARG) d. Estefania Craciun/Fabiana Gomez (URU) – 7/6 (3) 6/2
Diego Cubas/Bruno Rosa (BRA) d. Roberto Moncada (HON)/Mathur Sands (BAH) – WO

18 anos
Gyorgy Balaz (HUN)/Andis Juska (LAT) d. Ross Hutchins/Tom Pocock (GBR) – 7/6 3/6 6/1


A 19a. Copa Gerdau teve o patrocínio de Gerdau e Citigroup, com apoio da Renault e IBM. A supervisão foi da ITF, Cosat e CBT. A realização foi da Protenis Sports e Eventos.

 

HOME

 

Voltar ao topo