COPA GERDAU 2005

 

Veja o que aconteceu na Copa Gerdau de 2002
Veja o que aconteceu na Copa Gerdau de 2003
Veja o que aconteceu na Copa Gerdau 2004


Tchecas são campeãs nas duplas dos 18 anos da Copa Gerdau
Dupla do Norte vence nos 10 anos da Copa Gerdau
Romena Alexandra Dulgheru é a nova campeã da Copa Gerdau nos 18 anos
Paulista Rafael Garcia confirma favoritismo nos 16 anos
Confira todos os campeões desta edição da Copa Gerdau
Copa Gerdau teve mais de 900 partidas
Promotora da Copa Gerdau recebe reconhecimento da Cosat

 

Brasileiro Raony quebra tabu e vence a Copa Gerdau de Tênis

Tenista do Distrito Federal venceu argentino na final por 2 sets a 1

 

Porto Alegre/RS - O tenista Raony Carvalho fez a festa brasileira depois de cinco anos de espera na Copa Gerdau de Tênis. Neste domingo, após quase três horas de partida na quadra central da Associação Leopoldina Juvenil, o jogador do Distrito Federal venceu o argentino Leonardo Mayer por 2 sets a 1, parciais de 6/7(4), 6/0 e 6/4, conquistando o título na categoria mais importante do torneio. O último brasileiro a ter vencido nos 18 anos masculino havia sido o gaúcho Lucas Engel, em 1999. Para vencer o confronto "Brasil x Argentina", Raony contou com o total apoio da torcida gaúcha. No primeiro set, Raony saiu de um desconfortável 0/3, empatou em 3/3 e levou o jogo equilibrado até o 6/6. No tie-break, permitiu que o adversário abrisse 6/2 e fechasse em 7/6 (7/4). No segundo set, Raony mostrou que estava disposto à reação e fechou em 6/0. No set decisivo, Mayer abriu 3/1, mas Raony conseguiu chegar ao 4/4. O brasiliense confirmou seu serviço no 5/4 e quebrou o saque de Mayer no game seguinte, fechando em 6/4. "Foi pura emoção. Ganhei por causa da cabeça, da raça e da torcida", disse Raony. Na Copa Gerdau deste ano, Raony Carvalho foi cabeça-de-chave número 5 e perdeu apenas dois sets nas seis partidas disputadas. Na estréia, venceu o brasileiro Ivan Cressoni por 6/3 e 6/0; na segunda rodada, passou pelo japonês Fumiaki Kita por 6/2 e 6/1; nas oitavas-de-final, eliminou Serguei Tarasevitch, da Bielo-Rússia, por 6/4 e 6/2; nas quartas-de-final, venceu ninguém menos que o favorito Dusan Lojda, da República Tcheca, por duplo 6/2. Na semifinal, passou pelo paraguaio Daniel Lopez por 3/6, 6/4 e 4/0, quando o adversário desistiu do confronto por problemas físicos. E na grande final de domingo, que teve transmissão pelo SporTv e TV COM/RBS, venceu o argentino Leonardo Mayer por 6/7(4), 6/0 e 6/4.

DORES NO BRAÇO E NAS COSTAS - No início do segundo set, quando ganhava por 1/0, Raony solicitou atendimento médico em função de dores no braço direito. A torcida brasileira desconcentrou o argentino, que no quinto game reclamou que os saques de Raony estavam tocando na rede. Mayer iniciou o terceiro set vencendo por 3/1. No final do quinto game, Raony solicitou novamente atendimento médico, desta vez para dores nas costas. No sexto game, o brasileiro quebrou o serviço do argentino e empatou o set em 3/3. O game seguinte foi marcado por erros de Mayer, que novamente perdeu a concentração ao reclamar com a arbitragem. O último game foi decidido em uma dupla falta do argentino, dando o título de campeão da Copa Gerdau de Tênis ao brasileiro. “Quando se joga contra um dos melhores do mundo, é você quem tem que jogar bem. Não se pode esperar por erros do adversário”, disse Raony ao final do jogo. A torcida também foi importante para a vitória. “Me desconcentrei em alguns momentos, mas joguei com o coração, com raça. Mesmo quando eu errava, a torcida não parou de me incentivar, o que foi muito importante para a conquista do título”, acentuou. Agora, Raony segue para Brasília, onde fica cerca de um mês fazendo um trabalho especial para ganhar peso e massa muscular. Depois, disputa dois torneios futures no Brasil e parte para competições internacionais, incluindo a disputa do torneio juvenil de Roland Garros. O patrocínio da 22ª edição da Copa Gerdau de Tênis é do Grupo Gerdau e Citigroup, com apoio da IBM, Siemens, SAP, Lexmark, Enterasys, TDEC e Sheraton Porto Alegre Hotel. A realização é da ProTenis Promoções Esportivas. Participaram do torneio cerca de 850 tenistas de 35 países. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.protenis.com.br e www.copagerdaudetenis.com.br .

 

Raony vence também nas duplas da Copa Gerdau

 

Porto Alegre/RS - "Este é um dos dias mais felizes da minha vida". Esta foi a primeira afirmação do tenista brasiliense Raony Carvalho logo após ter conquistado o título de duplas da categoria 18 anos da Copa Gerdau. Ele e o jogador das Bahamas, Ryan Sweeting, venceram na final os venezuelanos Roberto Maytin e Roman Recarte por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 7/6(5). Antes, numa partida de quase três horas, Raony já havia conquistado o título de simples ao derrotar o argentino Leonardo Mayer por 2 sets a 1, parciais de 6/7(4), 6/0 e 6/4. "Ainda não caiu a minha ficha por ter vencido simples e duplas da Copa Gerdau. Vou dormir hoje (domingo) e amanhã ou depois, quando chegar em casa, é que vou ver o quanto é importante esta conquista", disse Raony, que durante um dos intervalos comeu vários pães de queijo. "foi o meu almoço, durante o jogo mesmo". O patrocínio da 22ª edição da Copa Gerdau de Tênis é do Grupo Gerdau e Citigroup, com apoio da IBM, Siemens, SAP, Lexmark, Enterasys, TDEC e Sheraton Porto Alegre Hotel. A realização é da ProTenis Promoções Esportivas. Participaram do torneio cerca de 850 tenistas de 35 países. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.protenis.com.br e www.copagerdaudetenis.com.br .

 

Voltar ao topo


22ª COPA GERDAU - QUADRO DE CAMPEÕES


SIMPLES
MASCULINO
18 ANOS - Raony Carvalho (BRA) d. Leonardo Mayer (ARG) - 6/7(4), 6/0, 6/4
16 ANOS - Rafael Garcia (BRA/SP) d. Fernando Romboli (BRA/SP) - 6/2, 6/4
14 ANOS - Lucas Thomas (BRA/SP) d. Gabriel Dias (MG) - 6/3, 6/1
12 ANOS - Tiago Fernandes (BRA/AL) d. Matheus Costa (BRA/SP) - 6/1, 6/3
10 ANOS - Pedro de Paula (BRA/AM) d. Rafael Matos (BRA/RS) - 6/5, 6/2
FEMININO
18 ANOS - Alexandra Dulgheru (ROM) d. Raluca Olaru (ROM) - 6/0,6/1
16 ANOS - Bianca Spinassi (BRA/PR) d. Nathalia Rossi (BRA/SP) - 6/1, 6/2
14 ANOS - Gabriela Coglitore (VEN) d. Livia Blasque (BRA/SP) - 6/4, 1/6, 6/0
12 ANOS - Gabriela Cé (BRA/RS) d. Luisa Ortiz (BRA/RJ) - 6/1, 7/6(4)
10 ANOS - Vitoria Antoniazzi (BRA/RS) d. Ana Luiza Thomaz (BRA/SP) - 6/1, 6/3

DUPLAS
MASCULINO
18 ANOS -Raony Carvalho (BRA/DF)/Ryan Sweeting (BAH) x Roberto Maytin/Roman Recarte (VEN) - 6/4, 7/6(5)
16 ANOS - Henrique Cunha (BRA/SP)/Ricardo Siggia (BRA/SP) d. Felipe Cirne Lima/Fabrício Neis (BRA/RS) - 6/3, 6/1
14 ANOS - Gabriel Dias (BRA/MG))/Bernardo Lipschitz (BRA/RS) d. João Fernandes (BRA/MT) /Lucas Thomaz (BRA/SP) - 6/4, 7/5
12 ANOS - Tiago Fernandes (BRA/AL)/Manoel Andrade Neto (BRA/SE) d. Pedro Alves(BRA/RJ)/Luciano Silva (BRA/DF) - 6/4, 6/0
10 ANOS - Pedro de Paula (BRA/AM)/Athila Rauch (BRA/RO) d. Rafael de Matos e Juan Mateus Reys (BRA/RS) - 6/4 e 6/1
FEMININO
18 ANOS - Nikola Frankova/Katerina Kramperova (CZE) d. Giulia Gabba (ITA)/Fernanda Hermenegildo (BRA/SC) - 6/2 e 6/4
16 ANOS - Carolina De Lucca (BRA/SP) /Bianca Spinassi (BRA/PR) d. Livia Blasque (BRA/SP) /Lais Souza (BRA/SP) - 1/6, 6/4, 6/2
14 ANOS - Gabriela Coglitore (VEN)/ Fernanda Faria (BRA/MG) d. Josymar Escalona (VEN)/Flávia Borges (BRA/SP) - 6/7(4), 6/4, 6/0
12 ANOS - Gabriela Cé/Martina Yurgel (BRA/RS) d Luisa Ortiz (BRA/RJ)/Stefania Haddad (BRA/SP) - 6/2 e 6/1

 

Voltar ao topo

 

Tchecas são campeãs nas duplas da Copa Gerdau

 

Porto Alegre/RS - As tenistas tchecas Nikola Frankova e Katerina Kramperova conquistaram neste sábado à tarde o título de duplas da categoria 18 anos feminino da Copa Gerdau. Na partida final elas derrotaram a parceria formada pela italiana Giulia Gabba e pela brasileira Fernanda Hermenegildo, de Santa Catarina, por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/4. GAÚCHAS CAMPEÃS - Nos 12 anos feminino, a dupla gaúcha Gabriela Cé e Martina Yurgel sagrou-se campeã ao vencer, na final, a parceria formada pela carioca Luisa Ortiz e pela paulista Stefania Haddad por 6/2 e 6/1. Cé também está na final de simples. Sua adversária será justamente Luisa Ortiz, O patrocínio da 22ª edição da Copa Gerdau de Tênis é do Grupo Gerdau e Citigroup, com apoio da IBM, Siemens, SAP, Lexmark, Enterasys, TDEC e Sheraton Porto Alegre Hotel. A realização é da ProTenis Promoções Esportivas. Participam do torneio cerca de 850 tenistas de 35 países. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.protenis.com.br e www.copagerdaudetenis.com.br .

Voltar ao topo

 

Dupla do Norte vence nos 10 anos da Copa Gerdau

Tenistas do Amazonas e Rondônia venceram dupla do Rio Grande do Sul

 

Porto Alegre/RS - A dupla formada pelos tenistas Pedro Henrique de Paula, do Amazonas, e Athila de Macedo Rauch, de Rondônia, garantiu neste sábado o título de duplas na categoria 10 anos masculino da Copa Gerdau de Tênis. Na partida final, disputada na Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre, eles venceram a parceria dos gaúchos Rafael de Matos e Juan Mateus Reys por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/1. "Eu e o Pedro estivemos muito bem dentro de quadra. Nossos adversários erraram bastante", disse o campeão Athila Rauch, patrocinado pelo Sesi Porto Velho e Governo do Estado de Rondônia. A 22ª edição da Copa Gerdau tem o patrocínio do Grupo Gerdau e Citigroup, com apoio da IBM, Siemens, SAP, Lexmark, Enterasys, TDEC e Sheraton Porto Alegre Hotel. As categorias 10, 12 e 18 anos são disputadas na Associação Leopoldina Juvenil. Os 14 e 16 anos jogam na Sogipa. A realização é da ProTenis Promoções Esportivas. Participam do torneio cerca de 850 tenistas de 35 países. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.protenis.com.br e www.copagerdaudetenis.com.br .

 

Voltar ao topo

 

Romena Alexandra Dulgheru é a nova campeã da Copa Gerdau nos 18 anos

Ela venceu o confronto com a conterrânea Ralucia Olaru por 2 sets a 0

 

Porto Alegre/RS - A romena Alexandra Dulgheru é a nova campeã da categoria 18 anos feminino da Copa Gerdau de Tênis. Neste domingo pela manhã ela venceu sem dificuldades a sua conterrânea Ralucia Olaru por 2 sets a 0, parciais de 6/0 e 6/1, em 1h16min de partida. "É muito bom ter uma final romena em um torneio brasileiro. A Romênia está encontrando seu melhor tênis", disse Dulgheru. A tenista de 15 anos, que conhece Olaru desde os 7, não perdeu a concentração em nenhum minuto do jogo. "Queria muito ganhar. Perdi duas finais e não queria que isso se repetisse. Só não esperava um jogo tão rápido", afirmou. Desde o início da partida Dulgheru não enfrentou nenhuma resistência por parte de sua adversária e logo mostrou a qualidade de jogo que a levou à conquista do título sem perder um único set. Agora, depois de ter jogado quatro torneios em solo sul-americano, Dulgheru volta a seu país para se dedicar ao seu principal objetivo: jogar tênis profissionalmente. A campanha de Alexandra Dulgheru na Copa Gerdau: Na primeira rodada, passou pela brasileira Paula Pereira por 6/2 e 6/2 Na segunda rodada, eliminou a uruguaia Camila Belassi por 6/0 e 6/1 Nas oitavas-de-final venceu a italiana Giulia Gabba por 6/3 e 7/6(5) Nas quartas-de-final ganhou da canadense Sharon Fichman por 7/6(3) e 6/4 Na semifinal eliminou a russa Evgeniya Rodina por 7/5 e 6/1 Na final venceu a conterrânea Ralucia Olaru por 6/0 e 6/1 O patrocínio da 22ª edição da Copa Gerdau de Tênis é do Grupo Gerdau e Citigroup, com apoio da IBM, Siemens, SAP, Lexmark, Enterasys, TDEC e Sheraton Porto Alegre Hotel. A realização é da ProTenis Promoções Esportivas. Participaram do torneio cerca de 850 tenistas de 35 países. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.protenis.com.br e www.copagerdaudetenis.com.br .

 

Voltar ao topo

 

Paulista Rafael Garcia confirma favoritismo nos 16 anos da Copa Gerdau

Títulos dos 14 e 16 anos masculino e feminino foram decididos neste sábado

 

Porto Alegre/RS - O Brasil ficou com três dos quatro títulos possíveis nas categorias 14 e 16 anos da Copa Gerdau de Tênis. Neste sábado, sob sol forte na capital gaúcha, o paulista Rafael Garcia confirmou a condição de cabeça-de-chave número 1 dos 16 anos masculino e venceu sem dificuldades o conterrâneo Fernando Romboli, cabeça 2, por 6/0 e 6/4. Ao longo do torneio Garcia não perdeu nenhum set nas seis partidas, vencendo Rafael Kakudate, Felipe Cirne Lima, Thales Turini, Bernardo Dias e Henrique Cunha, além de Romboli. "Todo mundo se conhece nessa categoria. Faço dupla com o Romboli, com quem disputei a final, e estou na casa do Felipe Cirne Lima, que é um grande amigo. Conheço o jogo de todos eles", disse Garcia. O paulista de Ribeirão Preto, que mora e treina no Rio de Janeiro, já havia disputado a Copa Gerdau nas categorias 12 e 14 anos, mas não havia conquistado nenhum título. Nos 16 anos feminino o título ficou com a paranaense Bianca Spinassi, que derrotou a paulista Nathalia Rossi por 6/1 e 6/2. Em um jogo sem dificuldades, a tenista de 15 anos forçou bolas longas e conquistou seu primeiro título da Copa Gerdau. "Agora, no segundo semestre, pretendo disputar torneios nos 18 anos para já ir me acostumando com adversárias mais fortes", projeta.
14 ANOS - Nos 14 anos masculino, a vitória foi do paulista Lucas Thomaz, que passou pelo mineiro Gabriel Dias por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/1. O tenista de Matão e fã de Roger Federer espera ser uma das esperanças do tênis brasileiro. "Vou treinar forte para isso", diz, confiante. Nos 14 anos feminino, a venezuelana Gabriela Coglitore confirmou o favoritismo ao vencer a paulista Livia Blasque por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 1/6 e 6/0. Em sua primeira participação na Copa Gerdau, a tenista de 13 anos surpreendeu-se com a qualidade das adversárias. "Todos os jogos foram difíceis e eu não conhecia bem as jogadoras", explica. O patrocínio da 22ª edição da Copa Gerdau de Tênis é do Grupo Gerdau e Citigroup, com apoio da IBM, Siemens, SAP, Lexmark, Enterasys, TDEC e Sheraton Porto Alegre Hotel. A realização é da ProTenis Promoções Esportivas. Participam do torneio cerca de 850 tenistas de 35 países. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.protenis.com.br e www.copagerdaudetenis.com.br .

 

Voltar ao topo

 

Copa Gerdau teve mais de 900 partidas

Tenistas utilizaram mais de 3.000 horas de quadra

 

Porto Alegre/RS - Os indicadores da 22ª edição da Copa Gerdau de Tênis, encerrada no último domingo em Porto Alegre, reúnem números que surpreendem pela quantidade de partidas realizadas nas quadras da Associação Leopoldina Juvenil e Sogipa. Foram mais de 900 jogos disputados em 10 dias do torneio, incluindo o pré-qualifying nacional, o qualifying internacional e a chave principal. Cerca de 850 jogadores de 35 países estiveram presentes, utilizando mais de 3 mil horas de quadra em duas sedes principais, além de academias locadas para treino. "São números que comprovam a grandiosidade e a responsabilidade deste evento", explica Ennio Moreira, diretor da ProTenis Promoções Esportivas, empresa que organiza o torneio desde a sua primeira edição, em 1984. O calor registrado na capital gaúcha na maioria dos dias de disputa fez com que fossem consumidos nada menos que 3.500 litros de água. No total, foram servidas 12 mil refeições para os jogadores e demais profissionais envolvidos, incluindo 24 árbitros, 42 boleiros, seis fotógrafos, seis jornalistas, seis produtores de vídeo, 10 pessoas na secretaria e tradução, quatro na internet, quatro na recepção, quatro na coordenação, cinco no transporte (dois ônibus e três vans), sem falar em 20 pessoas no apoio, 10 fisioterapeutas, dois médicos, seis motoristas e dois diretores do torneio. Durante o evento foram distribuídas 1.500 camiseta e 500 moletons. Além disso, foram encordoadas uma média de 70 raquetes por dia. O principal nome da Copa Gerdau deste ano foi o brasiliense Raony Carvalho, que conquistou o título de simples e duplas nos 18 anos masculino, a principal categoria do torneio. O patrocínio da 22ª edição da Copa Gerdau de Tênis foi do Grupo Gerdau e Citigroup, com apoio da IBM, Siemens, SAP, Lexmark, Enterasys, TDEC e Sheraton Porto Alegre Hotel. A realização foi da ProTenis Promoções Esportivas. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.protenis.com.br e www.copagerdaudetenis.com.br

 

Voltar ao topo

 

Promotora da Copa Gerdau recebe reconhecimento da Cosat

 

Porto Alegre/RS - A ProTenis Promoções Esportivas, que organiza a Copa Gerdau de Tênis desde a sua primeira edição, em 1984, recebeu pelo segundo ano consecutivo um grande reconhecimento em nível internacional. A Confederação Sul-Americana de Tênis (Cosat), através da Supervisora Amparo Marim, entregou ao diretor da ProTenis, Ennio Moreira, o prêmio "Excelência em Organização". Esta foi a segunda vez que a Cosat faz esta distinção no Brasil, justamente repetindo o que já havia acontecido na Copa Gerdau 2004. "Isto prova que estamos no caminho certo. Hoje a Copa Gerdau está entre os maiores torneios do mundo, oferecendo uma grande estrutura aos seus participantes. E o reconhecimento da Cosat é muito importante para nós", afirmou Ennio Moreira. A Copa Gerdau deste ano aconteceu entre os dias 17 e 27 de março, nas quadras da Sogipa e da Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre. Cerca de 850 jogadores de 35 paíse participaram do evento, que teve o patrocínio do Grupo Gerdau e Citigroup, com apoio da IBM, Siemens, SAP, Lexmark, Enterasys, TDEC e Sheraton Porto Alegre Hotel. A realização foi da ProTenis Promoções Esportivas. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.protenis.com.br e www.copagerdaudetenis.com.br .

 

 

 

HOME

 

Voltar ao topo