OLIMPÍADAS 2004

 

Nota do editor : Como sempre o tenista que passa pelo Guga nos torneios, ou é campeão ou vai muito longe. Mais uma vez isto ocorre com o chileno Nicolás Massú. Vejam a matéria abaixo:

 

Massú põe o Chile no mapa olímpico com 2º ouro

 

Embalado pela medalha de ouro conquistada nas duplas, o chileno Nicolas Massú se sagrou campeão no torneio de simples de tênis. Ele venceu o americano Mardy Fish por 3 sets a 2(6/3, 3/6, 2/6, 6/3 e 6/4), em quatro horas de jogo. Ontem, Massú deu ao Chile sua primeira medalha de ouro da história jogando ao lado de Fernando Gonzalez, nas duplas, contra os alemães Nicolas Kiefer e Rainer Schuttler, em um jogo com quase quatro horas de duração. Veja fotos Massú se torna assim um dos maiores destaques individuais desta Olimpíada até agora, ao lado do nadador norte-americano Michael Phelps que conseguiu seis ouros e dois bronzes. Vindo de um jogo desgastante que terminou às 2h30 (hora de Atenas) e tendo ido dormir somente por volta das 6h, o chileno entrou em quadra às 17h tranqüilo. O primeiro game foi muito longo e Massú viu seu saque ameaçado, mas conseguiu confirmar. A partir daí, o chileno dominou colocando duas quebras e abrindo 5 a 0. O americano conseguiu diminuir a vantagem para 5 a 2, após confirmar seu serviço e devolver uma quebra de Massú. Mas não foi suficiente e o set terminou em 6 a 3. O segundo set foi mais equilibrado e o chileno passou a enfrentar mais dificuldade. Fish conseguiu uma quebra e na seqüência fechou em 6 a 3, devolvendo o placar. Durante o intervalo, Massú demonstrava muito cansaço sentado e com as pernas esticadas em outra cadeira. No primeiro game do 3º set, o chileno não disfarçava a exaustão se segurando para não cair em quadra. Fish se aproveitava e colocava Massú para correr de uma ponta a outra. A torcida chilena tentava incentivar o atleta, mas não era suficiente. O americano abriu 2 a 0 e foi administrando a vantagem, até quebrar novamente e fechar o set em 6 a 2. Massú precisou ser atendido e usar o tempo médico. No quarto set ele lutava para manter o placar parelho. No entanto, teve que se desgastar com o juiz de cadeira: Fish sacou fora da área e o fiscal de linha deu bola fora, mas o juiz principal, o suíço Andreas Egli voltou a marcação e deu ace ao americano. O erro serviu de gás para o chileno se manter vivo e conseguir quebrar o saque do adversário, abrindo 3 a 1. A partir daí, os tenistas foram trocando quebras e, com isso, Massú se mantendo à frente com 5 a 2. Na superação, o chileno fechou o set em 6 a 3 e empatou a partida, vibrando muito. Massú entrou com tudo no último set, quebrando o saque do americano. Fish quebrou a raquete e levou uma advertência do juiz, mas conseguiu devolver a quebra e abrir 2 a 1. Mas o chileno não desistia e começava a vibrar cada vez mais e gritava "a medalha é minha", olhando para a torcida. Com isso conseguiu quebrar mais uma vez o saque do americano e virar o set em 3 a 2 e conseguir ampliar 5 a 3. Fish diminuiu a vantagem, mas não foi suficiente e com mais uma quebra, o chileno levou o ouro com 6 a 4.

 

HOME