TENISTAS BRASILEIROS

 

Bia Haddad Maia é indicada ao prêmio de tenista revelação de 2017 pela WTA

 

Bia Haddad Maia comemora melhor ano da carreira
Tenista número 1 do Brasil e 58o. do mundo destaca ano espetacular

 

São Paulo – Após a disputa de 21 torneios pelo mundo, a paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route) encerrou a temporada 2017 essa semana e comemora o melhor ano de sua carreira.
O ano de 2017 foi um ano especial para Bia e repleto de motivos para comemorar. Um ano de consolidação e várias conquistas. Começou o ano na 173a. posição no ranking mundial, deu um salto de 115 colocações e hoje está na 58a. colocação. Entrou no top 100 no meio da temporada e conquistou resultados expressivos como o vice-campeonato do WTA de Seul, o título do ITF 100K de Cagnes-Sur-Mer e do ITF 25K de Clare, o título de duplas do WTA de Bogotá, as quartas de final do WTA de Praga, além de ter conquistado sua primeira vitória em um Grand Slam, em Wimbledon, e também ter disputado Roland Garros e o US Open.
Oficialmente de férias, a tenista número 1 do Brasil quer aproveitar os próximos 15 dias perto da família. A
pré-temporada começa em 6 de novembro e 2018 promete.
 
Veja abaixo os principais pontos abordados por Bia:
 
Balanço geral da temporada 2017
“2017 foi um ano bastante positivo. Além das vitórias, foi um ano de muito aprendizado. Junto da minha equipe, traçamos objetivos de melhorar alguns aspectos técnicos e, principalmente, me manter saudável para conseguir desenvolver um trabalho consistente. Consegui trabalhar firme no dia a dia com o German (Gaich), um trabalho novo, não nos conhecíamos e conseguimos agregar muitas coisas novas no meu jogo, construir uma base mais sólida. Fisicamente, evolui bastante com toda a preparação física que eu faço, com o Paulão (Paulo Santos, fisioterapeuta) cuidando de mim e o apoio de toda equipe Tennis Route. A soma de tudo isso, de todo trabalho duro, da nossa dedicação, fez com que a gente conseguisse esses resultados positivos. Eu sempre acreditei que as coisas pudessem acontecer, que eu tinha potencial para enfrentar as melhores do mundo, mas aconteceu mais rápido do que eu podia imaginar. Foi um ano de consolidação, de acreditar em mim, resultado de todo trabalho que a gente vem realizando.”
 
Momentos marcantes em 2017
“O primeiro momento foi o início do trabalho com o German. Foi especial poder construir um trabalho junto de toda equipe. Em relação a momentos de alegria na quadra, acho que toda semana, independente de ganhar ou perder, trago ótimas memórias... Uma vitória significativa foi o jogo contra a (Samantha) Stosur, foi muito especial. Tive uma semana em Praga que mudou bastante coisa para mim lá. O meu primeiro título de challenger de 100K (ITF 100K de Cagnes-Sur-Mer) na França que eu ganhei, foi muito legal. Ganhar o WTA de duplas (Bogotá), participar da segunda semana de Wimbledon e a minha primeira final de WTA em Seul. Também foi especial ter vencido minha primeira rodada em Wimbledon. Foram muitos momentos especiais e memórias que vão ficar bem guardadas no meu coração. Além dos resultados em quadra, tem também a parte fora dela. Conheci gente nova, visitei lugares legais, comi pratos típicos diferentes e aprendi sobre a cultura de outros países. Todas essas memórias também vão ficar pra sempre.”
 
Tenista número 1 do Brasil
“Fico feliz que consegui terminar o ano muito bem. Tudo é fruto de um trabalho duro. Minha vida toda sempre foi voltada para o tênis. Abri mão de muita coisa e consegui fazer sempre as coisas da melhor forma possível para que concretizasse todos os meus objetivos. O caminho nem sempre é fácil, mas nunca deixei de lutar e seguir trabalhando duro para chegar onde quero. O mais importante é deixar essa mensagem para todas as meninas: é preciso acreditar, correr atrás dos seus sonhos e buscar melhorar sempre. É uma forma de motivar as outras pessoas que sonham em estar no topo do tênis.”
 
Indicação do prêmio de tenista revelação de 2017 pela WTA (Resultado será divulgado durante o WTA Finals, em Singapura, de 22 a 29 de outubro)
“É legal esse reconhecimento da WTA pelo trabalho do atleta, mas eu não penso tanto nisso rs... Todas as meninas indicadas são excelentes atletas, são jogadoras novas como eu, que tiveram bons resultados esse ano, trabalharam duro para isso, merecem estar onde estão. Independente do resultado, vou seguir fazendo o que eu tenho fazer, jogando feliz... Tive um ano espetacular, o melhor da minha carreira!”
 
Férias
“Vou ter 15 dias de férias, bem tranquilos, vou tentar esquecer um pouco a rotina de tenista, curtir muito a minha família, poder estar o maior tempo em casa, não vou querer viajar. Vou fazer o que eu gosto, sem horário, sem rotina.”
 
Pré-temporada
“A pré-temporada começa dia 6 de novembro, no Rio, focando mais na parte física. Depois, em dezembro, vou para a IMG Academy, nos Estados Unidos, e embarco para a Austrália, na última semana de dezembro.
 
Expectativa para 2018
“De 2017 eu levo o mesmo trabalho de toda a equipe, já tenho alguns objetivos claros, de seguir me mantendo saudável e evoluindo, melhorando um pouquinho a cada dia para ter um 2018 bastante positivo, independente de resultados, mas sempre pensando na minha carreira a longo prazo, em conseguir jogar pelos próximos dez anos, estar saudável, tranquila de cabeça, sem criar expectativa com resultado. Seguir trabalhando firme, focar na parte física, sem nenhuma mudança radical. Boas coisas estão por vir.”
 
Agradecimentos
“Queria fazer alguns agradecimentos especiais. Primeiro a toda minha equipe, German (Gaich), Paulão (Santos), Juan (Acuna), Dani (Giuntini), Lui (Carvalho), dr. Ricardo (Diaz), que me dão todo apoio pra que eu pense só em jogar tênis. A todos da Tennis Route pela parceria, troca e união. Aos meus patrocinadores Expressa, Pro-Style, Eurofarma, HEAD e Solinco que me dão condições para que eu possa fazer o que eu mais amo na minha vida. À CBT, por todo apoio desde os tempos de juvenil e que segue ao meu lado. E, por fim, o agradecimento mais especial de todos, aos fãs que me seguem circuito afora e deixam mensagens de carinho nas minhas redes sociais ou por WhatsApp. É muito especial saber que tem gente torcendo por mim. Passamos mais de 30 semanas viajando e é essa energia positiva nos faz querer seguir em frente, lutando e representando o nosso país em todos cantos do mundo. Muito obrigada a todos e espero que em 2018 a gente possa conquistar muito mais coisas juntos.”

 

 

Bia Haddad Maia para nas duplas em Luxemburgo e encerra temporada
Em seu último torneio do ano, brasileira e a paraguaia Veronica Cepede Royg foram superadas nas quartas de final

 

Luxemburgo (Luxemburgo) – A temporada 2017 terminou nesta quinta-feira para a paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route).
Bia e a paraguaia Veronica Cepede Royg foram derrotadas, nas quartas de final de duplas do WTA de Luxemburgo, pela norte-americana Varvara Lepchenko e pela húngara Fanny Stollar, por 3/6 7/6(5) 6/2. Na chave de simples, a brasileira havia perdido nas oitavas de final para a sueca Johanna Larsson.
A tenista número 1 do Brasil e 58o. do mundo encerra oficialmente sua temporada, após um ano de ascensão em que subiu nada menos que 115 posições no ranking mundial e conquistou resultados expressivos como o vice-campeonato do WTA de Seul, o título do ITF 100K de Cagnes-Sur-Mer e do ITF 25K de Clare, o título de duplas do WTA de Bogotá, as quartas de final do WTA de Praga, além de ter conquistado sua primeira vitória em um Grand Slam, em Wimbledon, e também ter disputado Roland Garros e o US Open.

 

Bia Haddad Maia é indicada ao prêmio de tenista revelação de 2017 pela WTA
Tenista número 1 do Brasil irá concorrer ao prêmio com outras três atletas. Estreia em Tianjin está marcada para a madrugada desta quarta

 

Tianjin (China)– Ainda sem poder estrear no WTA de Tianjin, por causa da chuva, a tenista número 1 do Brasil, Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route), recebeu uma ótima notícia. Bia é uma das atletas indicadas pela WTA (Associação de Tênis Feminino) para o prêmio de tenista revelação de 2017.
Além de Bia, outras três tenistas foram indicadas ao prêmio de revelação do ano: Catherine Bellis (Estados Unidos), Elise Mertens (Bélgica) e Marketa Vondrousova (República Tcheca).
O resultado será divulgado durante o WTA Finals, em Singapura, de 22 a 29 de outubro. Os votos serão dados por jornalistas de todo mundo.
 
O critério para a indicação foi tenistas que entraram no top 100 pela primeira vez ou que conquistaram resultados expressivos este ano. E Bia, de 21 anos, fez os dois.
Em maio tornou-se a oitava jogadora brasileira na história a entrar no top 100 da WTA. Mas não foi só isso, teve uma ascensão meteórica em 2017. Começou o ano em janeiro na 173a. colocação do ranking e até agora garantiu 115 posições ao chegar em 58a..
Entre seus principais resultados deste ano estão o título do ITF 25K de Clare e do ITF 100K de Cagnes-Sur-Mer (França), o vice-campeonato no WTA de Seul, além das quartas de final no WTA de Praga, depois de bater a ex-número 6 do mundo Samantha Stosur.
 
“Estou muito feliz com essa indicação. Ela nada mais mostra que estamos no caminho certo e que 2017 está sendo um ano muito especial, cheio de ‘primeiras vezes’ na minha carreira, como minha primeira vitória em Grand Slam em Wimbledon, primeira vitória sobre uma top 20, a Stosur, em Praga e minha primeira final de WTA em Seul”, afirmou Bia.
A indicação ao prêmio da WTA será uma motivação extra para Bia, que tem estreia programada, na madrugada desta quarta-feira, por volta das 5h30 (horário de Brasília), diante da croata Donna Vekic, cabeça de chave 4 do torneio chinês e 46o. do mundo.

 

 

Bia Haddad Maia sobe 13 posições e entra no top 60 pela primeira vez na carreira
Vice-campeã em Seul, no domingo, a tenista número 1 do Brasil e 58o. do mundo já está na China se preparando para o quali do WTA Premier de Pequim

 

Pequim (China) – Vice-campeã do WTA de Seul, no domingo, a paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route) teve pouco tempo para comemorar a conquista. Bia já está na China, onde iniciou nesta segunda-feira sua preparação para o qualifying do WTA Premier de Pequim.
Mas a semana começou com mais uma boa notícia para a tenista número 1 do Brasil. O vice-campeonato no torneio coreano rendeu a ela 13 posições no ranking e Bia entrou no top 60 pela primeira vez na carreira, passando a ocupar a 58a. posição.
 
A ascensão de Bia é meteórica nesta temporada. Ela começou o ano em janeiro na 173a. colocação do ranking e até agora garantiu 115 posições ao chegar em 58a..
Bia é comedida ao falar em ranking. “Como sempre digo, o ranking é consequência do trabalho que eu e minha equipe fazemos no dia a dia e só nos mostra que estamos no caminho certo. Venho evoluindo torneio a torneio, semana a semana, mas eu quero mais”.
 
Neste domingo, Bia chegou à sua primeira final de WTA e só foi parada em Seul pela letã Jelena Ostapenko, cabeça de chave 1 e top 10. Mesmo assim, vendeu caro a derrota, por 6/7(5) 6/1 6/4.
“Já estou em Pequim, me preparando para a próxima semana. A gente veio de Seul, que foi uma semana super positiva, minha primeira final de WTA. Isso me deixou ainda mais motivada para os próximos torneios que estão chegando aí. Sexta (29) começa o qualifying aqui e vamos que vamos”, afirmou Bia.

 

 

Bia Haddad Maia é vice-campeã em Seul
Em sua primeira final de WTA, Bia foi superada pela letã top 10 Jelena Ostapenko e se prepara agora para o WTA Premier de Pequim

 

Seul (Coreia do Sul) – A paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route) conquistou, neste domingo, o vice-campeonato do WTA de Seul. Em sua primeira final de WTA, a tenista número 1 do Brasil chegou a vencer o primeiro set, mas a letã Jelena Ostapenko, cabeça de chave 1 e top 10, se recuperou e anotou 6/7(5) 6/1 6/4, após 2h15min de partida, para garantir o título.
 
“Foi um jogo muito duro, as duas jogaram em alto nível. A Ostapenko é muito agressiva e experiente. As poucas oportunidades que tive, eu tentei aproveitar. Em alguns momentos, ela jogou um pouco melhor, também vacilou em outros, faz parte do tênis. Hoje foi mérito dela, saquei um pouco abaixo, mas isso é o de menos. Eu aproveitei muito, a quadra estava lotada, não tinha um assento, a energia estava muito boa... Fomos muito bem recebidos em Seul”, afirmou Bia, que fez sua primeira final de WTA.
 
Com os pontos do vice-campeonato, Bia entrará pela primeira vez no top 60 e deverá saltar 13 posições no ranking desta segunda-feira, passando da 71a. para 58a. colocação. “Estou muito feliz com a semana, com certeza foi a melhor da minha vida até aqui. Isso me deixa mais motivada para trabalhar o dia a dia. Amanhã começa tudo de novo, já focando para Pequim”, comemorou Bia. “Também gostaria de agradecer a todos que sempre torcem por mim e à minha equipe, família e patrocinadores, pelo trabalho e confiança de sempre, principalmente nos momentos difíceis”, acrescentou a brasileira.

 

 

Bia Haddad Maia faz primeira final de WTA em Seul
Tenista número 1 do Brasil decide o título coreano contra a letã top 10 Jelena Ostapenko, na madrugada deste domingo (horário de Brasília)

 

Seul (Coreia do Sul) – Uma semana para entrar na história da carreira da paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route). A tenista número 1 do Brasil fará sua primeira final de WTA na carreira, a partir das 2h30 da manhã deste domingo (horário de Brasília), ao decidir o título do torneio de Seul contra a letã Jelena Ostapenko, cabeça de chave 1 e top 10.
 
“A Ostapenko vem fazendo um ano incrível, ela ganhou Roland Garros, está top 10. Estou confiante, acho que vai ser um jogo pegado. Vou tentar mexer ela o máximo que eu puder, ser agressiva nos momentos certos, ter paciência. Amanhã é entrar firme, usar minhas armas, bastante o meu saque e ver o que dá”, afirmou Bia, que enfrenta a letã pela primeira vez.
 
Nas semifinais, neste sábado, Bia bateu a holandesa Richel Hogenkamp, 119o. do mundo, por 6/1 7/6(7), após 1h44min de partida. Já Ostapenko passou pela tailandesa Luksika Kumkhum, por 3/6 6/1 6/3. 
“Essa semana está sendo muito especial, nem preciso falar como estou feliz com essa primeira final!”, comemorou Bia. “Venho fazendo jogos duros, em cada um deles me superando um pouquinho. Agora é só esperar para ver o que acontece amanhã”, finalizou.

 

 

Bia Haddad Maia está na semifinal do WTA de Seul
Em busca de sua primeira final de WTA, a tenista número 1 do Brasil desafia a holandesa Richel Hogenkamp, na madrugada deste sábado (horário de Brasília)

 

Seul (Coreia do Sul) – Literalmente jogando do outro lado do mundo, a paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route) conquistou mais uma vitória e alcançou a semifinal do WTA de Seul.
Na madrugada desta sexta-feira, pelas quartas de final, a tenista número 1 do Brasil e 71o. do mundo bateu a espanhola Sara Sorribes Tormo, 93o. do mundo, por duplo 6/4, em 1h33min de jogo.
“Estou muito feliz com mais uma vitória aqui em Seul! A menina tinha um jogo totalmente diferente das que eu joguei. Eu sabia que ia depender muito de mim, porque ela jogava um pouquinho mais lento e usava muito slice, então eu tinha que estar ligada para entrar nas bolas e ser agressiva o tempo todo. A gente acaba cometendo mais erros, mas era o que eu tinha que fazer. A chance que eu tinha era ter paciência, ser firme e fazer acontecer as bolas, e deu certo”, comentou Bia.
Em busca de sua primeira decisão de WTA, Bia terá pela frente, na madrugada deste sábado (horário de Brasília), a holandesa Richel Hogenkamp, 119o. do mundo, que derrotou nas quartas a australiana Priscila Hon, por 6/3 6/4.
As duas se enfrentaram em 2013, no Challenger de Caseta, na Itália, com vitória da brasileira, por 2 sets a 1. “Me lembro que foi um jogo duro na ocasião. Ela é uma jogadora mais velha (25 anos), experiente, que varia bastante as jogadas. Tenho que manter essa pegada, jogar tranquila, com paciência e desfrutar do jogo”, afirmou Bia.

 

 

Bia Haddad Maia vence mais uma e alcança as quartas em Seul
Tenista número 1 do Brasil superou a cabeça de chave 5, a romena Irina-Camelia Begu

 

Seul (Coreia do Sul) – A paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route) avançou, nesta quarta-feira, às quartas de final do WTA de Seul, ao surpreender a romena Irina-Camelia Begu, 55o. do mundo e cabeça de chave 5 do torneio, por 6/3 4/6 6/2, em 2h11min de partida.
“Foi um bom jogo, consegui jogar sólida. Como ela (Begu) joga reto, saca bem, eu procurei fazer ela se mexer bem, sacar pelo corpo. Ela não tem muito buraco, então eu abri antes dela o jogo e saí com a vitória. Estou muito feliz por estar nas quartas aqui em Seul”, afirmou a tenista número 1 do Brasil e 71o. do mundo.
Pelas quartas de final, nesta quinta-feira, Bia terá pela frente a espanhola Sara Sorribes Tormo, 93o. do mundo, que passou nas oitavas pela coreana Na-Lae Han, por 6/1 6/2.
“Nos conhecemos, mas nunca jogamos. É seguir mantendo meu padrão de jogo e ir para cima”, disse Bia.

 

 

Bia Haddad Maia estreia com vitória em Seul
Brasileira venceu a ucraniana Katarina Zavatska e encara a romena Irina-Camelia Begu na próxima rodada

 

Seul (Coreia do Sul) – A paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro Style Coach/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route) começou com pé direito a gira asiática. Nesta segunda-feira, Bia estreou com vitória no WTA de Seul ao derrotar a ucraniana Katarina Zavatska, 251o. do mundo, por 4/6 6/3 6/3, após 2h17min de partida.
“Primeira rodada sempre é dura. A menina vinha de uma boa semana, jogou muito bem e eu consegui ir me encaixando durante o jogo e sair com a vitória”, avaliou Bia.
Na próxima rodada, a tenista número 1 do Brasil e 71o. do mundo terá pela frente a romena Irina-Camelia Begu, 55o. do mundo e cabeça de chave 5 do torneio, que venceu na estreia a tailandesa Varatchaya Wongteanchai, por 2/6 6/3 6/3.
“Será que a primeira vez que vou jogar contra ela. Será mais um jogo duro, sei que ela é bem agressiva e saca bem”, afirmou Bia.

 

 

Bia
Bia devidamente produzida para a festa
 

Bia Haddad Maia conquista seu melhor ranking e se prepara para torneios de grama
Semifinalista do WTA 125 de Bol, tenista número 1 do Brasil ganhou sete posições e assumiu a 94a. colocação do ranking mundial

 

Mallorca (Espanha) - A semifinal do WTA 125 de Bol rendeu à paulista Beatriz Haddad Maia (Expressa/ Pro-Style/ Eurofarma/ Head/ Solinco/ CBT/ IMG/ Tennis Route) sete posições no ranking mundial.
Na lista divulgada, nesta segunda-feira, pela WTA (Associação das Tenistas Profissionais), a tenista número 1 do Brasil assumiu a 94a. colocação, seu melhor ranking da carreira.
"Isso é resultado do trabalho do dia a dia", afirmou Bia, que junto com a sua equipe alterou seu calendário. A brasileira, a princípio, jogaria o WTA de Nottingham esta semana, mas vai treinar para o qualifying do WTA de Mallorca, na Espanha, no próximo final de semana, disputado também em grama.
Depois de Mallorca, Bia joga Eastbourne e Wimbledom.


Voltar

 

HOME